Reportagens Destaque

14

Um crime deve ser desfeito: um plebiscito já para derrubar o new Maracanã

O que Nimrud, Hatra, Palmira e o Maracanã tem em comum? Todos eram patrimônios históricos e foram derrubados. Os três primeiros pelo Estado Islâmico. O último pelo Estado de Sérgio Cabral.
Nimrud, sítio arqueológico no atual Iraque, foi uma cidade assíria há 2.300 anos. Hatra ficou marcada como a capital do primeiro reino árabe, tendo resistido à invasão do Império Romano. Palmira um exuberante centro comercial romano no mundo árabe. E o Maracanã foi o templo como nenhuma outra cidade em qualquer tempo ou espaço jamais amou igual.

Leia mais ->.
8

O esporte brasileiro tem que acabar

“Meu nome é Roberto Nascimento, sou tenente-coronel da Polícia Militar do Rio de Janeiro e dediquei 21 anos da minha vida para a polícia, de modo que não é fácil o que vou dizer aqui agora mas a verdade é que a PM do Rio tem que acabar”. Sonhei muitas vezes em poder repetir a cena em Wagner Moura dá vida ao maior ferrabrás da história do cinema nacional, o Capitão Nascimento, em seu pronunciamento na Assembleia Legislativa do Rio, na histórica cena de Tropa de Elite 2.

Leia mais ->.
1

Investigado na Lava Jato, líder do governo faz lobby por CBJ na Petrobras

Investigado por participação no esquema de corrupção da Petrobras na Lava Jato, o líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), é um dos lobistas da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) pela renovação e aumento do valor no contrato de patrocínio da estatal. O colega de base parlamentar Luis Tibé (PT do B- MG) também tem participado dos esforços.

Leia mais ->.
0

Ministério do Esporte financiou projetos pessoais de diretor da CBJ

O Ministério do Esporte patrocinou empreendimento pessoal do diretor de marketing da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Maurício Carlos dos Santos. Subindo um pouco no mapa, o “Minas Gerais Territórios Esportivos”, projeto que operou como uma ação entre amigos e funcionários do dirigente na contratação das empresas prestadoras de serviço, transformou-se no “Bahia Território Esportivo”. Um outro convênio chegou a ser aprovado pelo órgão federal, o “Ipatinga Territórios Esportivos”, depois abortado.

Leia mais ->.
1

Prestação de contas revela projeto entre amigos de diretor da CBJ

Uma ação entre amigos e funcionários do diretor de marketing da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Maurício Carlos dos Santos, está por trás da cadeia de empresas contratadas para execução de um evento pago com dinheiro público. É o que revelam as notas fiscais e os contratos do programa “Minas Gerais Territórios Esportivos”, realizado entre os dias 6 de março a 29 de maio de 2016.

Leia mais ->.