Categoria: Reportagem

1

Troca de mensagens entre Diack e Nuzman comprovam participação de dirigente na compra de votos

Carlos Arthur Nuzman não foi um mero espectador das transações de suborno que definiram a escolha do Rio como sede dos Jogos de 2016. E-mails apreendidos na Operação Unfair Play no dia 5 de setembro são definitivos para comprovar a participação de Nuzman. Papa Massata Diack, que recebeu depósito de Arthur Soares para votar no Brasil, é categórico em um deles pedindo “ajuda para o processo final” ao presidente do COB em e-mail de 1/2/2010.

Leia mais ->.
13

Depois de 45 anos vivendo do esporte, Nuzman é preso com seu braço direito Leonardo Gryner

Uma era chega ao fim. Carlos Arthur Nuzman foi preso na manhã de hoje, na continuação da “Operação Unfair Play”. A agora chamada “Unfair Play Segundo Tempo” prendeu também o braço direito do mandatário do COB, Leonardo Gryner. Ambos em prisão temporária. E realiza uma ação de busca e apreensão na casa e no escritório de André Richer, vice-presidente do COB. O envolvimento dos dirigentes na compra dos votos que definiram o Rio como sede das Olipíadas de 2016 é a razão.

Leia mais ->.
3

Alto executivo do Comitê Rio-2016 e braço direito de Nuzman tem ONG que recebeu verba de patrocinador dos Jogos

Leonardo Gryner é o braço direito de Carlos Arthur Nuzman há mais de duas décadas. Diretor geral de operações do Rio-2016, além de diretor de comunicação e marketing do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). E sócio da mulher Adriana na Organização Não Governamental “Tem Quem Queira-TQQ”, com atividade, entre outras, de produção e promoção de eventos esportivos. A ONG do alto executivo do comitê foi beneficiada com verba de um dos patrocinadores dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Leia mais ->.
7

Carlos Arthur Nuzman e uma viagem no tempo através de escândalos

Um mesmo personagem é ponto em comum entre duas cenas na história mais do que rica de escândalos no Brasil.
Quase quatro décadas antes de ser denunciado como “ponta de esquema criminoso” na “Operação Unfair Play”, desdobramento da Lava Jato, por suposta compra de votos olímpicos, Carlos Arthur Nuzman esteve, em distintas condições, muito próximo a outro singular acontecimento que marcou época.

Leia mais ->.