Os 90 dias que abalaram o mundo olímpico: Eike Batista e a caixa-preta que falta ser aberta

4 Resultados

  1. Parabéns pelo belo trabalho investigativo como um presente aos profissionais do esporte. Uma luz no obscuro mercado esportivo. Numa época em que a pretensão de sediar o maior evento Olímpico a qualquer custo norteou a sanha destes principais atores da gestão executiva do Rio. O Brasil precisava saber os detalhes destas “tenebrosas transações” que rondaram os bastidores do COI antes da eleição do Rio como sede em 2016.

  2. Belo trabalho bela foto como tem gente sumida

  3. Lilia Jacqueline Amaral disse:

    Parabéns pela ótima retrospectiva. O povo brasileiro merece saber os detalhes de tudo que tentam fazer pelas nossas costas.

  4. William H. Hossell disse:

    Está mais do que provado que a escolha do Rio foi fraudulenta o que já é uma aberração! Uma cidade que não oferece as mínimas condições aos seus habitantes não deveria ser escolhida jamais, porém muitas informações foram apresentadas baseadas em “estudos realizados pela FGV por exemplo” que criaram uma falsa impressão que após o evento a cidade ficaria bem melhor por conta dos “legados olímpicos”, o que nãoacabou acontecendo! Na verdade o Rio e seus cidadãos foram vítimas de uma gigantesca quadrilha nacional com expertise internacional. Amanhã será realizada uma manifestação na porta do edifício do Cabral no Leblon – Rua Aristides Espindola, 27 -, às 10 horas da manhã, em comemoração à 1 ano de cadeia, mas infelizmente outros envolvidos em diversos escândalos continuam soltos, vivendo fora do país, curtindo a vida após saquear o município do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.