O Brasil investir dinheiro público em Jogos de Inverno é uma imensa aberração

5 Resultados

  1. Posso citar dezenas de atletas que graças a oportunidade do esporte não optaram pelo mundo das drogas e criminalidade. Casos de isaquias Queiroz, lohaynny Vicente, etc.

    • Jorgete disse:

      Meu amigo, o q citou é uma rara exceção e não um lugar comum.
      Pensa! Aprends a pensar!

      • Posso te citar centenas de ” raras exceções” que não se tornaram bandidos e marginais graças ao esporte. Entra no meu blog e manda mensagem, ou pelo twitter, que eu te explico mais sobre o assunto…

    • Vagner Schmitt disse:

      Olá Marcelo.

      Creio que os exemplos que foram citados são exceções! (Atletas de alto nível que escaparam de uma, possíve, vida no crime).

      Contudo existem diversos projetos, como Miratus (de onde surgiram Lohanny Vicente e Ygor (primeiros atletas olímpicos do Badminton brasileiro) que desenvolvem grande trabalho com esporte e educação.

      Mas como disse anteriormente. São atletas de alto nível são exceções.

      Melhores exemplos de transformação pelo esporte são os que não alcançaram o alto nível e seguiram outras carreiras profissionais com sucesso.

      Como ex atleta de badminton sou um exemplo é mais outros do projeto que participei durante minha infância e adolescência no RS organizado pela federação da modalidade no estado.

  2. Moacir Moreira disse:

    Não me parece que o articulista seja contrário à prática do esporte e/ou negue seus benefícios.

    Mas para cada Neymar quantos atletas jogam de graça nos clubes do interior?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.